Regras e convenções para nomenclatura de classes, pacotes, métodos, variáveis e constantes em Java.

Quando programamos em Java, devemos levar em consideração as convenções de nomenclatura para deixar nosso código o mais legível e documentável possível, pois um dos objetivos da programação orientada a objetos é o reaproveitamento do código.

Nomes de Classes

Para nomearmos uma classe em Java devemos seguir as seguintes regras:

  • Toda classe deve começar com letra Maiúscula.
  • Não deve possuir caracteres com acento (ç, á, î, ã, Á, À).
  • Não deve possuir caracteres especias (@, !, %, &).
  • Caso um classe possua um nome composto, a primeira letra de cada palavra deverá começar com  letra maiúscula.

Exemplos:

  • PrimeiraClasse
  • MinhaClasse
  • OlaMundo

Continuar lendo

Games para o aprendizado de Java, C# e HTML.

Para o pessoal que gosta de ficar horas e horas jogando GTA, FIFA, DOTA, Need For Speed ou Hello Kit Online, esse post é para vocês.

Quero ver zerar esses dois jogos IRADOS que o professor trouxe:

  • Code Hunt – Desvende todo o mistério que há por de trás da Programação Orientada a Objetos (POO) e se torne um detetive Programador Senior em JAVA ou C#.
  • Code Avengers – Controle o futuro, modifique o mundo, descubra novas habilidades nesse jogo que é quase um MMORPG do Desenvolvimento Web. Aprenda HTML, CSS e Javascript e conquiste de uma vez por todas a Internet!

Que a força esteja com vocês…

 

Games para Aprendizado

Quais são as linguagens de programação mais populares?

O ranking feito pelo site IEEE informa quais são as linguagens de programação mais utilizadas na atualidade seja para web, para celular, desktop e etc. O ranking foi baseado em doze fontes de dados diferentes, que vão do Google e do GitHub ao Stack Overflow e o fórum Hacker News.

Além da lista geral, dá para ver quais delas estão crescendo mais em termos de interesse, demanda de empregos ou popularidade em fóruns e redes sociais. E por incrível que pareça (ou não), o Java lidera em quase todas essas classificações com seus 100 pontos – ao contrário do que acontece no índice da Tiobe, por exemplo.

Para conferir a classificação completa e alternar entre os modos de exibição, acesse a página do IEEE. E caso tenha decidido qual das linguagens você vai estudar, confira este acervo de livros digitais aqui – podem ser um bom ponto de partida. Como o acervo é alimentado de forma colaborativa, há também bibliotecas em outros idiomas – inclusive em português brasileiro.

Continuar lendo

O modelo Cliente/Servidor – parte 01

O modelo Cliente/Servidor

O modelo Cliente/Servidor foi desenvolvido na Xerox PARC durante os anos 70. Este modelo é atualmente o predominante nas redes de computadores e possui diversos tipos de implementações diferentes. Ao longo das semanas falaremos mais sobre essas arquiteturas (duas, três e quatro camadas).

Como funciona?

Um software permite ao usuário solicitar um recurso. O servidor pega essa solicitação, encontra esse recurso e retorna algo para o usuário. Algumas vezes este recurso pode ser uma página HTML em outras uma imagem, um arquivo de áudio, vídeo ou um documento de texto. Não importa qual o tipo de arquivo é solicitado pelo cliente, o cliente solicita algo e o servidor sempre retorna essa solicitação.

Modelo Cliente-Servidor

Modelo Cliente-Servidor

Continuar lendo